Cachorro fujão: conheça histórias e saiba como evitar os escapes dos pets

Histórias sobre cachorros costumem ser sempre muito incríveis

Anúncio


Cachorro fujão. Uma história emocionante tomou conta das redes sociais. É um cachorro que fugiu de casa no Rio de Janeiro, foi parar no mar, e depois foi resgatado pelos pescadores. Quer saber mais dessa e outras história de pet fujão? Então se prepare e não perca nenhum detalhe.

Continua depois da publicidade

Histórias de cachorro fujão

Os relatos mostram que cachorro estava nadando no mar quando foi achado por pescadores que fizeram uma operação para salvar o cão.

William, o dono do cachorro mora no Cosme Velho e na quarta-feira (4), disse que o cachorro fugiu de casa. O entregador acredita que seu cão se perdeu ao tentar ir atrás dele.

Continua depois da publicidade
cachorro fujão
Entenda porquê os cachorros fogem | Fonte A Gazeta SBS

Saiba mais: animais de estimação: confira curiosidades sobre os seus pets

Continua depois da publicidade

Aviso nas redes sociais sobre o cachorro fujão

William ficou sabendo do paradeiro do animal após os pescadores, que vieram de Petrópolis, tirarem uma foto do bicho e postarem nas redes sociais.

Assim que o barco atracou, na Urca, William estava no local à espera do seu labrador Flok, de 9 anos. Claro que esse encontro foi emocionante, com misto de saudade e alegria.

Essa história de Flok nos mostra o quanto precisamos ficar atentos aos nossos pets para eles não fugirem em algumas circunstâncias.

Vídeo mostra resgate de pet fujão por bombeiros

Primeiramente, saiba que a história de Flok se repete e muitos outros animais se arriscam em escapadas perigosas.

O fato é que em Minas Gerais (MG) outro fato recebeu destaque e certamente é digno de falar, pois, o resgate precisou de uma ação especializada dos bombeiros.

Embora o cãozinho já fosse acostumado com as fugas pela grade do portão da residência dos tutores em Poços de Caldas, Sul de MG, sua última tentativa foi frustrada.

Isso porque ele cresceu com o passar do tempo e já não cabia mais naquele espaço, que certamente ficou pequeno para ele entre as grades do portão. Nesse vídeo você confere mais como aconteceu tudo.

Mas então o que você precisa saber para evitar que seu pet fuja e corra riscos ou perigos desnecessários? Confira a seguir.

Cuidados com o pet para não fugir

Cachorro fujão
Cachorro fujão retorna aos braços do dono; saiba mais sobre esse reencontro Foto – Bing

Ter seu cão fugindo sem coleira e depois  sumir é uma sensação aterrorizante. Se você tem um animal que realmente não escuta, aprender a treinar um cão para não fugir é crucial se você deseja deixá-lo vagar livremente de vez em quando.

Embora existam vários itens no mercado, não há opção melhor do que treinar seu cão para não fugir, como colocar coleira, deixar ele bastante tempo dentro de casa e no pátio, adestramento básico e castração podem ajudar.

Por que os cães fogem?

Antes de tentar qualquer estratégia sobre como treinar um cão para não fugir, é importante entender por que isso acontece em primeiro lugar e por que seu animal não escuta. Resolver esses motivos pode ajudar com seu objetivo de prevenir o problema. Existem vários motivos pelos quais os cães fogem, mas o mais comum é:

Tédio

A falta de estimulação mental e / ou física é a razão mais comum pela qual os cães fogem de você, mesmo que você os chame. Se seu animal de estimação passa o dia inteiro sem qualquer socialização ou interação, é provável que ele procure diversão em outro lugar.

Distração

Às vezes, seu animal de estimação pode não ter qualquer intenção deliberada de fugir e será distraído por coisas como um gato, esquilo ou um carteiro.

Acasalamento

Os cães que não foram esterilizados / castrados provavelmente são levados por hormônios para encontrar um parceiro. Quando você está caminhando e seu cão vê um companheiro em potencial, ele pode fugir. Esta é uma das principais razões pelas quais os veterinários aconselham a castrar seu cão.

Aventurando-se

Muito improvável para cães idosos e mais comumente ocorre entre cães jovens e cachorros que estão mais animados com o mundo e procurando explorar.

Necessidade de exercício

Isso está relacionado ao primeiro motivo de tédio, quando um cão não faz exercícios e brincadeiras suficientes, o que é particularmente importante para raças ativas com alta necessidade de energia. É provável que fujam de você para gastar energia.

cão fugindo
Cão Maltês em fuga | créditos da imagem: Pet Caramelo

E para finalizarmos por hoje, não podemos deixar de falar sobre o reencontro. Caso você passe por esse ‘perrengue’, confira nossas dicas e anime-se, as chances de achar seu pet são muitas, mantenha a esperança e age com rapidez e eficiência para ter sucesso.

Confira também: pets de estimação com maior expectativa de vida: saiba hoje 

Gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe: FacebookInstagranTwinter e Pinterest

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies