Looks like you have blocked notifications!

Auxílio de R$ 250 é insuficiente para famílias vulneráveis, diz senador Kajuru

Senador critica atraso no retorno dos pagamentos e reclama de redução no valor e na base de beneficiários

-- Continuar depois da publicidade --

Nesta semana, o auxílio emergencial teve seu retorno oficializado com a volta do repasse de valores às famílias consideradas como vulneráveis durante a pandemia. Contudo, o benefício teve seu valor reduzido, assim como o número de beneficiários passa a ser inferior ao de 2020. Para o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), o auxílio de R$ 250 é insuficiente para reduzir o drama vivido por quem necessita. Confira hoje (08/04) a fala do parlamentar.

Kajuru discursou em sessão plenária virtual do Senado Federal nesta última quarta-feira (07/04) e, dentre os assuntos comentados pelo parlamentar, esteve o auxílio emergencial.

-- Continuar depois da publicidade --

Na opinião do senador pelo estado de Goiás, os valores apresentados pelo governo federal e que foram aprovados pelo Congresso Nacional não condizem com a realidade social pela qual o país passa durante a maior crise sanitária do século XXI.

Auxílio de R$ 250 é insuficiente para famílias vulneráveis, diz senador Kajuru
Auxílio de R$ 250 é insuficiente para famílias vulneráveis, diz senador Kajuru (Foto: Freepik.com)

Kajuru vê auxílio de R$ 250 como insuficiente

Além de criticar o valor reduzido e também a retirada de mais de 20 milhões de beneficiários que recebiam em 2020, Kajuru reclamou também da interrupção do benefício, que passou três meses suspenso, justamente no auge da pandemia no Brasil.

Confira o discurso do senador:

“O auxílio emergencial começou a ser pago depois de três meses. Creio que por causa desse ato, cabe um ‘mea culpa’ dos poderes Executivo e Legislativo. Em abril, aqueles que deixaram em janeiro, voltarão a fazer refeições. Algo inqualificável como política de governo, como se brasileiros necessitados pudessem ficar meses sem se alimentar em meio à maior pandemia do século. O auxílio emergencial, que também poderia ser chamado de ‘interrupcional’, volta com o valor menor, em média R$ 250, e com menor número de beneficiários em um momento em que a situação social do Brasil é simplesmente dramática. Embora a economia ensaie uma leve recuperação, os índices de desemprego estão em alta e os preços dos alimentos segue em disparada. Basta circular pelos grandes centros urbanos para perceber o aumento. Nesse quadro, é difícil imaginar que o auxílio médio de R$ 250, beneficiando cerca de R$ 45,5 milhões de brasileiros, vá permitir em quatro meses a redução do drama das famílias vulneráveis”.

-- Continuar depois da publicidade --

Entenda o auxílio emergencial aprovado para 2021

Diferentemente do ano passado, o auxílio emergencial de 2021 chega com valores diferentes para tipos de família.

  • Quem mora sozinho, recebe R$ 150;
  • Quem mora com pelo menos mais uma pessoa na mesma casa, recebe R$ 250;
  • E famílias em que a mulher é a provadora do lar, recebem R$ 375.

Portanto, o valor médio é de R$ 250. Outra mudança é a que permite apenas uma pessoa de cada família (considerando quem mora na mesma casa) pode receber. Os demais moradores da mesma residência ficam impedidos de serem beneficiados.

Bolsa Família bloqueado no aplicativo entenda o que mensagem significa

Diversos usuários utilizam o meio digital para ter acesso às informações sobre os benefícios que recebem. Desse modo, se você recebeu a mensagem do Bolsa Família bloqueado no aplicativo, saiba como proceder.

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...