Como escolher ar-condicionado; veja como adquirir o melhor aparelho para sua casa

Diante de tantos modelos diferentes, consumir deve analisar alguns aspectos

Sinônimos de conforto e bem-estar, os ar-condicionados fazem toda a diferença quando o calor tá de matar. Mas diante de tantos modelos e tamanhos diferentes, como escolher o aparelho ideal para instalar em casa? Pensando nisso, o Blog News Cotidiano do Folha GO traz hoje (25/09) algumas dicas para você adquirir o melhor ar e deixar sua residência bem refrigerada.

Independente da estação, o Brasil é um país que tem sol quase o ano inteiro. Um cenário ideal para quem curte uma boa praia ou até mesmo uma piscina. Mas e quando chega a noite e o tempo continua quente, quase insuportável? Em situações como essa, um simples ventilador não ajuda muito. É aí que surge a pergunta: como escolher ar-condicionado? 

Veja também: Receita caseira para limpar ar-condicionado amarelado: as dicas vão deixá-lo como novo

Tá com calor? Então saiba como escolher o melhor ar-condicionado

Antes de comprar um aparelho, verifique o tamanho do cômodo onde ele será instalado / Canva

Existem diversos tipos e modelos de ar-condicionado. Cada um cumpre bem sua função, mas é importante observar alguns aspectos. Um deles é a quantidade de BTU’s, sigla para Unidade Térmica Britânica. Quanto maior o número de BTU’s, mais potente será o ar-condicionado e mais energia ele irá consumir.

Sendo assim, antes de escolher o melhor ar-condicionado para a sua casa, verifique o tamanho do cômodo para saber de quantos BTU’s terá que ter o aparelho. Por exemplo, se você quiser instalar o ar em um quarto pequeno, um modelo de até 7.500 BTU’s é suficiente. Mas se você pensa em colocar o aparelho em uma sala, precisará de ar-condicionado mais potente, de pelo menos 15.000 BTU’s.

Janela, portátil ou split? Saiba como escolher o melhor modelo de ar-condicionado

Janela

Modelos de janela são mais fáceis de instalar – Foto: Thiago Lùcio/Folha GO

Esse é o modelo mais comum e também o mais em conta. Contém a unidade condensadora e evaporadora em um aparelho só, o que a princípio facilita na hora da instalação. Para isso, precisa apenas de um buraco aberto na parede.

Por serem mais compactos, os modelos de janela geralmente são menos potentes. Assim, são mais indicados para espaços de pequenos a médios. No entanto, é importante observar o consumo de energia do aparelho, pois alguns podem gastar bastante.

Portátil

Ainda pouco utilizados no Brasil, os modelos portáteis têm apenas uma vantagem: a praticidade. Ou seja, é possível levá-los para qualquer lugar com muita facilidade, pois são bem compactos. No entanto, ainda custam muito caro. Os modelos mais em conta podem ser encontrados por cerca de R$ 2 mil, enquanto os mais sofisticados podem chegar a R$ 5 mil.

Assim como os modelos de janela, os portáteis também são mais indicados para ambientes pequenos. Portanto, se você procura um aparelho para resfriar um quarto espaçoso, talvez esse não seja o modelo. Mas se você quer apenas uma solução rápida e pontual para reduzir o calor, mesmo que tenha que pagar um pouco mais por isso, então o portátil pode lhe servir.

Saiba mais: Confira 5 cuidados essenciais com o ar condicionado para ele durar mais tempo

Split

A diferença de preço entre o modelo de janela e o split é pequena, mas no quesito consumo a diferença costuma ser bem maior. Portanto, se você procura economia quando o assunto é ar-condicionado, o split é a melhor solução, principalmente o do tipo Inverter. Além do bom custo-benefício, esse modelo também é muito mais silencioso, ideal para quem não gosta do barulho dos aparelhos convencionais.

Ao contrário do modelo de janela, o split divide-se em duas partes: a unidade condensadora, que fica do lado de fora da casa, e a unidade evaporadora, instalada no cômodo da residência. Dessa forma, é importante contar com o trabalho de um profissional para fazer a instalação correta.

Gostou das dicas? Então você com certeza também vai gostar desse vídeo sobre como eliminar formigas na ração dos pets

A cena é comum: o cão ou o gato deixa restos de comida no prato, e em poucas horas várias formigas já começam a aparecer no recipiente. Como resolver esse problema? Assista ao vídeo e descubra como!

Comments
Loading...