Gato bagunceiro: veja se pode usar borrifador para educar esse danadinho

Muitas vezes os tutores usam o borrifador como forma de adestramento para o gato bagunceiro, saiba como educar o seu pet

Foto do revisor (Thamyris Aquino)
Revisado por: (Thamyris Aquino)
Anúncio
Baixe nosso aplicativo GOOD NEWS e desfrute do melhor conteúdo da internet!




O que você vai saber!

Continua depois da publicidade

Hoje, 27 de novembro, no post do Blog My Pet do Folha GO, vamos enfim abordar o tema do uso do borrifador como forma de adestramento para gato bagunceiro. Muitas vezes polêmico, alguns indicam e outros consideram errado educar o gato com este acessório.

Acima de tudo, está a segurança e o bem-estar do seu pet. Portanto, continue a leitura abaixo para ver os dois lados dessa conversa.

Leia mais: O que acontece quando um cachorro come uva? Veja o que o pet pode comer e não traz problemas

Gatinho miando rouco: saiba se é grave e o que voce deve fazer para ajudá-lo
Gato bagunceiro: usar ou não o borrifador? – CANVA Pró

Gato bagunceiro

Primeiramente, um gato bagunceiro pode tirar o tutor do sério. No entanto, você deve manter a calma. Existem várias formas de controlar o comportamento do seu pet e ficar irritado, gritando, não vai ajudar em nada. 

Dessa forma, muitos decidem utilizar o borrifador para proibir o gato de realizar uma ação. Vamos ver como fazer isso.

Continua depois da publicidade

A técnica do borrifador

Inicialmente, tutores de gatos emprestarem essa técnica de adestradores de cães. É muito fácil. Basta encher um borrifador com água e espirrar no rosto do pet quando ele realizar alguma ação errada. Por exemplo, se você quer evitar que ele entre em um cômodo, borrife algumas gotas de água em seu focinho.

Da próxima vez que ele tentar invadir o quarto, basta apontar o borrifador que o pet já irá dar meia-volta. Nas outras vezes, nem é preciso ter o acessório em mãos. Basta fazer o gesto e soltar um ruído sibilante pelos lábios, imitando o spray. Dessa forma, o gato bagunceiro saberá que não pode realizar determinada ação.

Leia mais: Raça de cachorro maltês; curiosidades do pet pequeno e brincalhão que é super 

Qual seria a contra-indicação de usar o borrifador?

Por outro lado, outros tutores consideram isso prejudicial ao gato, por traumatizá-lo, deixando-o com medo. Dessa maneira, para essa corrente de pensamento, o comportamento do gato não é corrigido, que passa apenas a ficar amedrontado com o tutor. 

Portanto, para eles, seria mais adequado apenas trabalhar com reforços positivos. Por exemplo, dando petiscos para recompensar bons comportamentos em lugar de punir as ações erradas.

Entretanto, vale dizer que os animais acabam associando vários ruídos ou ações com determinados significados. Desse modo, não é incomum que os gatos corram da cozinha quando a panela de pressão começa a apitar. Ou então miem para o dono pedindo cubos de gelo, pois associam com diversão na hora de beber água na fontinha.

Por fim, consulte sempre o seu veterinário de confiança. Ele saberá dar a melhor indicação para o seu caso. Portanto, utilize sempre o bom senso e verifique o comportamento do seu gato de acordo com as suas medidas educacionais.

Chegada de um novo cão na família

Carregando comentários aguarde...
...
...