Como cuidar da ansiedade dos cães: entenda as causas mais comuns para evitar

Entenda as principais causas e ajude o seu melhor amigo!

Muitos não sabem, mas a ansiedade é um dos distúrbios que mais afetam os cães no Brasil. Para prevenir ou ajudar o seu cãozinho de estimação, o Notícias Pets do Folha Go te apresenta nessa quarta (03) algumas situações para a ansiedade dos cães: entenda as causas!

Ansiedade nos cães: entenda as causas
Ansiedade nos cães: entenda as causas (Foto: Pixabay)

Leia também: Mastim Napolitano: curiosidades de um cão obediente e protetor prá ter em casa

Entenda as causas da ansiedade no seu pet

Os principais sintomas do transtorno de ansiedade são percebidos através de comportamentos excessivos dos cães. Como a necessidade de marcar território em vários locais da casa ou até mesmo no próprio dono, lambedura excessiva e comportamento eufórico. 

Os traços de alerta para a ansiedade canina, devem ser vistos com cautela e exige atenção do dono. Uma vez que pode afetar a saúde do animal e dificultar a convivência até mesmo com outros cães. Por isso, entender e saber identificar esses sintomas é importante para protegê-los. 

Cada vez mais o número de animais de estimação aumenta dentro das residências brasileiras. Atualmente os cachorros são vistos e tratados, na maioria das vezes, como parte da família humana, como se fosse um filho. 

Mas até que ponto o exagero no cuidado e na humanização desses animais pode ser saudável? 

A fim de que você entenda as causas da ansiedade nos cães, é importante saber que o excesso de apego e dependência emocional entre o dono e o cão, contribui para que o pet desenvolva distúrbios como a ansiedade e até a depressão. Elas podem chegar ao longo do tempo e com traumas do dia a dia entendidos pelo animal, como uma simples saída do dono para trabalhar, por exemplo. Outras causas comuns são: 

Você vai gostar de ler: Cachorro grande: 6 dicas incríveis para cuidar do seu amigo gigante

 

  • Ansiedade por barulhos excessivos: em alguns, a ansiedade pode surgir à medida em que o cão vai envelhecendo e ocorre a longo prazo. Já para outros, o transtorno pode surgir desde quando ele ainda é filhote e permanece durante a vida inteira, sendo agravado por barulhos de chuva forte, trovões e fogos de artifício.

 

  • Falta de convívio com seu dono ou outros animais: num modo geral, os cães necessitam de convívio. Seja com o seu dono ou com outros animais, principalmente na fase inicial da vida. A ausência desse tipo de convivência pode afetar o emocional do pet e estimular comportamentos agitados, agressivos e até danosos dentro de casa, para chamar a atenção do dono.
ansiedade de cães
Aliás, a ausência desse tipo de convivência pode afetar o emocional do pet | Imagem Bicho integral
  • Pouco lazer e atividades: os cães precisam estar sempre em movimento e entretenimento para cansar o corpo e trabalhar a mente. Caso contrário, eles tendem a desenvolver transtornos de ansiedade pela falta de distração.

 

Entenda a importância de manter a atenção no seu pet

Agora você já entende as causas da ansiedade nos cães. Cada cachorro tem a sua forma de se expressar e por para fora as suas angústias. Manter a atenção ligada no máximo para as alterações de comportamento do seu pet é fator importante de cuidado.

Ao identificar esses sintomas, você pode começar a rever algumas práticas do dia a dia. Por isso, analise as citadas anteriormente e mude os hábitos para que seu cão esteja sempre feliz e saudável. 

Portanto, saiba mais e Conheça Todas As Caracteristícas Do Zwergspitz, O Queridinho…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.