Looks like you have blocked notifications!

Estado de Goiás recebe 65.500 doses da vacina de Oxford

Quantidade se juntará à Coronavac e servirá para imunizar os profissionais da saúde

-- Continuar depois da publicidade --

O povo goiano recebeu uma excelente notícia na tarde deste domingo (24). O Ministério da Saúde encaminhou 65.500 doses da vacina de Oxford para o Estado. A destinação das doses faz parte do Plano Nacional de Imunização para combate à Covid-19. Elas se somarão às 183.000 doses da Coronavac. Com isso, Goiás já conta com 248.500 doses de vacina contra o novo coronavírus.

A expectativa por essa notícia foi grande para o povo goiano. Essas doses da vacina de Oxford deveriam ter chegado antes. Entretanto, entraves burocráticos impediram que isso acontecesse. A vacina era oriunda da Índia e houve alguns problemas burocráticos que atrapalharam a liberação imediata dos dois milhões de doses. Contudo, o que se esperava enfim aconteceu. O estado de Goiás terá mais esse reforço na luta contra a Covid-19.

-- Continuar depois da publicidade --

Leia também: Polícia Militar desmonta esquema de tráfico de drogas no Capuava.

As doses da vacina de Oxford serão utilizadas para imunizar os servidores da saúde

O governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, comemorou bastante a chegada da vacina de Oxford. Ele, que é médico, sempre se mostrou preocupado com a Covid-19, pois ele tinha consciência da agressividade do novo coronavírus. Portanto, a possibilidade de vacinar as pessoas é a concretização de um sonho para o governador de Goiás.

Entretanto, ainda não há motivo para muita empolgação. Isso porque as doses disponíveis já tem destino certo, já que somente os servidores da saúde receberão a vacina nesse primeiro momento e, de acordo com Ronaldo Caiado, essa é uma determinação do Ministério da Saúde. Trata-se de um esforço para que os trabalhadores da saúde se mantenham seguros. Não era essa a orientação inicial, mas depois foi preciso fazer essa adequação.

A princípio, o leque de imunizados era maior, mas como o quantitativo de vacinas foi pequeno, afunilou-se o processo. Tanto que somente os profissionais da saúde que estão na linha de frente de combate à Covid-19 estão sendo imunizados.

O número de doses chegou abaixo do esperado

Inicialmente, o estado de Goiás iria receber 133 mil doses da vacina de Oxford. Entretanto, a nova metodologia aplicada pelo Ministério da Saúde modificou isso. Contabilizando apenas os profissionais da saúde, Goiás teve uma drástica queda nesse quantitativo. A nova divisão foi feita tecnicamente e considerou apenas o grupo de servidores da saúde como sendo alvo da imunização. Mas, ainda assim, o governador comemorou. Isso porque se trata de um importante reforço no controle do novo coronavírus.

-- Continuar depois da publicidade --

Confira: Pires do Rio: após furar fila da vacina da COVID-19, Secretário de Saúde é afastado do cargo.

Ainda de acordo com o governador do estado de Goiás, a quantidade era menor e chegaram, ao estado, 65.500 doses da vacina de Oxford devido à margem de segurança, que considera um percentual de erro. Por isso, há o encaminhamento de doses acima do número real. Em entrevista, Ronaldo caiado afirmou que

Esse levantamento chegou a 62.500 doses. Sempre vem um pouco mais de segurança. Por isso vieram 65.500.

Nesse momento, a liberação de mais doses é a esperança e já está sendo preparada a liberação de 4,1 milhões de doses da Coronavac. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) já autorizou o uso emergencial dessas doses.

A situação do estado de Goiás frente à Covid-19

Na entrevista, Ronaldo Caiado manifestou preocupação. De acordo com ele, Goiás não está em situação confortável frente à Covid-19. Na verdade, ele afirmou que as internações e óbitos estão em alta e isso acende uma luz de alerta. Por isso, a implementação de medidas mais duras de isolamento social não está descartada.

O governador disse, inclusive, que irá conversar com os prefeitos sobre o caso e pedir ajuda para conscientizar a população. Medidas mais duras de isolamento social poderão ser impostas – completou o governador.

Você pode gostar: Com previsão de aporte emergencial, transporte coletivo de Goiânia seguirá sem reajuste em 2021.

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...