Senador Romário quer atuar na CPI da Covid, mas diz que não é a hora certa

Romário (PL-RJ) afirma que investigações devem ocorrer no futuro e não durante o combate ao vírus

A CPI da Covid tem gerado opiniões divergentes entre parlamentares do Congresso Nacional e, principalmente, por parte do STF e também do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Para o senador Romário (PL-RJ), ainda não é o momento certo de realizar uma investigação aprofundada sobre o tema.

Um dos senadores que costumam ser ativos em CPIs instaladas no Congresso, Romário quer novamente fazer parte da Comissão Parlamentar de Inquérito que irá investigar os gastos dos gestores públicos quanto a recursos destinados ao combate da pandemia.

-- Continuar depois da publicidade --

Através de suas redes sociais, ele garante ser favorável à instalação da CPI e que deseja fazer parte dela, mas discorda de que este seja o momento ideal para tal.

Senador Romário quer atuar na CPI da Covid, mas diz que não é a hora certa
Senador Romário quer atuar na CPI da Covid, mas diz que não é a hora certa (Foto: Ag. Senado)

Senador Romário afirma querer a CPI, mas que não é a hora certa

Em sua opinião, o senador, que recentemente trocou o partido Podemos pelo PL, acredita que uma investigação com potencial para descobrir crimes deve ser feita em um momento que não tire a atenção de gestores quanto ao combate do vírus no país.

“A CPI da Covid deve acontecer e eu quero participar, mas o momento não é o ideal. Com potencial de descobrir crimes cometido por gestores públicos, as CPIs devem ser feitas com tempo e responsabilidade. Porém, agora é hora dos gestores se concentrarem em combater o vírus”.

“Tirar governo federal, estaduais e municipais do combate à doença para responder a um inquérito pode agravar a nossa situação. No entanto, todos os gestores dessa crise devem responder aos questionamentos públicos do que foi feito com os recursos destinados à saúde, assim como responder a possíveis negligências no combate à pandemia”, opina o senador.

-- Continuar depois da publicidade --

CPI da Covid também deve acontecer em estados e municípios

Romário também escreve ser favorável à investigação a nível estadual e também municipal, com o objetivo de detectar corrupções.

“Essas CPIs, inclusive, podem acontecer FUTURAMENTE também nas assembleias legislativas, para os governadores, e nas câmaras municipais, para os prefeitos. E todos os agentes públicos que forem culpados por desvios, roubos ou qualquer outro crime, devem responder criminalmente por isso, inclusive com prisão e perda de mandatos”.

Eleito como senador da República na eleição de 2014, o ex-jogador Romário está no penúltimo ano de seu primeiro mandato e ainda não confirmou se tentará a reeleição no ano de 2022.

Bolsa Família bloqueado no aplicativo entenda o que mensagem significa

Diversos usuários utilizam o meio digital para ter acesso às informações sobre os benefícios que recebem. Desse modo, se você recebeu a mensagem do Bolsa Família bloqueado no aplicativo, saiba como proceder.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...