Pix Itaú vale a pena? Entenda aqui as vantagens do novo sistema

Confira as diferenças do Pix para os sistemas atuais: TED e DOC

Anúncio


O novo meio de pagar, transferir e receber dinheiro digitalmente está chegando aos clientes de todos os bancos do Brasil. Ainda que já esteja sendo bastante divulgado pelas instituições financeiras, o assunto ainda causa dúvidas. Aqui, falaremos se o Pix Itaú vale a pena.

Continua depois da publicidade
Pix Itaú vale a pena? Entenda aqui as vantagens do novo sistema
Pix Itaú vale a pena? Entenda aqui as vantagens do novo sistema (Foto: Banco Central)

O Pix foi criado pelo Banco Central do Brasil para decretar o fim da TED e do DOC, já antigos e tradicionais sistemas de transferência bancária, mas que causam dificuldades no cotidiano, devido à burocracia e aos custos.

Com o lançamento da ferramenta, a ideia principal do BC é de acabar com a taxa para transferências realizadas entre bancos, bem como diminuir também a burocracia, que envolve o ato de enviar e receber dinheiro dentro do sistema bancário.

Continua depois da publicidade

Leia mais: Como pagar com o Pix? Veja as opções que o novo sistema oferece

Continua depois da publicidade

Como vai funcionar o Pix

O Pix funcionará de pessoa para outra pessoa, de pessoa física para empresas e também entre CNPJs.

O novo sistema promete transferir dinheiro de forma instantânea sem a necessidade de baixar um aplicativo. Isso porque o Pix funcionará dentro da conta corrente, poupança ou carteira virtual na qual tiver uma chave cadastrada.

As principais diferenças em relação à TED e ao DOC são:

  • O Pix vai funcionar em todos os dias da semana, incluindo sábado, domingos e feriados;
  • Não terá limite de horário. Transferências e pagamentos poderão ser feitas 24 horas por dia.

A transferência pode ser feita apenas com a informação da chave Pix de quem vai receber o dinheiro. Essa chave pode ser o número de celular, de CPF, e-mail ou uma sequência aleatória definida pelo Banco Central.

Então, o Pix Itaú vale a pena?

Com as características descritas acima, é possível afirmar que sim. O Pix vale a pena para tanto para correntistas do Itaú, como para quem é cliente de outra instituição financeira.

Confira os motivos que fazem o Pix valer a pena:

  • Agilidade – possibilidade de enviar ou receber dinheiro em até segundos;
  • Liberdade – não te faz ficar preso ao horário comercial de 9h às 17h para realizar transações bancárias e permite que dinheiro seja transferido fora de dias úteis;
  • É gratuito – clientes de pessoa física não pagam nada para transferir dinheiro pelo Pix;
  • Praticidade – não é mais necessário digitar todas as informações bancárias (código do banco, agência e conta) e pessoais do beneficiário (CPF, nome completo). Basta possuir a chave Pix para enviar dinheiro.
  • Integrado ao banco – não é necessário baixar nenhum aplicativo extra além do próprio app do Itaú ou de outro banco com o qual possui vínculo;
  • Segurança – não é preciso informar nenhum dado pessoal para receber uma transferência, tendo em vista que a chave Pix pode ser um número aleatório criado pelo Banco Central.

Leia também: Posso cadastrar a mesma chave Pix em bancos diferentes? Entenda

Itaú tem promoção para empresas que aderirem ao Pix

O Pix é gratuito para clientes de pessoa física, mas as empresas terão de arcar com os custos do sistema.

Pensando nisso, o Itaú lançou uma promoção que permite que empresas paguem, recebam e transfiram dinheiro por três meses, sem custos.

O limite é de 200 transações no mês. A partir da 201ª, a empresa terá de pagar.

Leia ainda: Imposto sobre Pix vai mesmo existir? Entenda o assunto aqui

Podem se cadastrar apenas as empresas que tiverem faturamento anual de até R$ 30 milhões.

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies