Corinthians avança no Paulista e mira final do Brasileirão feminino

Com gol da atacante Gabi Nunes, Timão precisa de um empate no jogo de volta para ir à grande final

O Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0 na partida de ontem (2) pela semifinal da Série A do Brasileirão Feminino 2020. Fora de casa, a artilheira do estadual, Gabi Nunes, foi a heroína da equipe alvinegra na vitória contra o maior rival.

Agora, o Corinthians precisa apenas de um empate no jogo de volta, na Arena Barueri, para avançar à decisão do torneio. Antes, no entanto, o Timão vai focar na grande final do Campeonato Brasileiro, contra o Avaí/Kindermann, no próximo domingo, às 20h.

Leia também: Craque Neto presidente do Corinthians em 2023? Saiba mais

O jogo do Corinthians

Em um gramado pesado e sob forte calor, Corinthians e Palmeiras iniciaram a partida se estudando. Mesmo sem criar no volume que está acostumado, o Timão pressionou as adversárias e tentou usar a velocidade para surpreender as donas da casa.

Sem muitas chances criadas, a melhor delas aconteceu no tempo extra da primeira etapa, quando Gabi Portilho recebeu pela esquerda, puxou para o meio e, contando com um desvio, carimbou a trave do Palmeiras.

Na segunda etapa, com mais volume, o Corinthians passou a criar mais chances de abrir o placar. Assim, aos 14, Andressinha levantou na área, Gabi Nunes tentou na primeira e, na segunda bola, Giovanna Crivelari tocou de cabeça e viu seu gol negado com a zaga salvando quase em cima da linha.

Cinco minutos mais tarde, as trocas feitas por Arthur Elias mudaram o rumo do jogo. Na defesa, Pardal encontrou grande lançamento para Adriana. Em velocidade, a camisa 16 invadiu a área, deu o breque, levantou a cabeça e encontrou Gabi Nunes. Na pequena área, a artilheira do estadual, agora com 11 gols, só precisou tocar para o fundo da rede e correr para o abraço.

Artur Elias precisou fazer trocas no time do Corinthians para vencer o Palmeiras (Imagem: Rebeca Reis/Agência Corinthians)
Artur Elias precisou fazer trocas no time do Corinthians para vencer o Palmeiras (Imagem: Rebeca Reis/Agência Corinthians)

Veja: Duílio Monteiro foi eleito ao cargo de novo presidente do Corinthians

A final do Brasileirão Feminino

No jogo de ida entre Corinthians e Avaí, no sul, as equipes empataram em 0 a 0. Para chegar a essa decisão, o Corinthians venceu o também Palmeiras. Na oportunidade, o Timão bateu as adversárias por 3 a 0. O jogo de ida havia terminado empatado também em 0 a 0.

Já o Avaí/Kindermann garantiu a vaga contra o São Paulo, mesmo com a derrota por 1 a 0 na Ressacada no jogo de volta. Na ida, as Caçadoras venceram por 3 a 1.

O Corinthians tem o melhor ataque da competição até aqui. A equipe marcou 53 gols. Na defesa, uma muralha. Apenas 8 gols sofridos em todo o campeonato. O Timão sofreu apenas 1 derrota.

O desempenho da equipe dá os créditos de favorita à equipe de Artur Elias, que apesar dos placares magros nos últimos jogos, já fez 9 goleadas no Brasileirão.

Do outro lado, o Avaí tem jogadores decisivas em passes e partipações em gols. Duda Santos é líder em assistência do campeonato, com 8 até aqui, e Lelê lidera a estatística de influência em gols: a atleta já participou de 16 até a final. A atacante Lelê, destaque da equipe já computa 3 hat-tricks no campeonato.

Nessa final, o Brasileiro feminino chega a 134 jogos oficias. Já são 422 gols marcados pelas jogadores brasileiras em uma média de 3 gols por jogo. A partida entre Corinthians e Avaí é no domingo, às 20h pela Série A do Brasileirão Feminino 2020

Não deixe de ler: Corinthians pagará seu estádio parcelado em até 20 anos. Entenda o caso

Comments
Loading...