Anúncio

Lavar o frango: pode ou não pode? Saiba como evitar um dos piores erros na cozinha

Fique por dentro desse assunto super importante

Anúncio


A carne de frango é uma das mais consumidas no Brasil. Por conta do seu valor acessível e sua versatilidade, essa proteína costuma estar super presente nas mesas dos brasileiros. No entanto, uma dúvida paira sobre o assunto: pode ou não pode lavar o frango antes de prepará-lo? Pois bem, hoje, 05 de dezembro, o Blog Receitas Fáceis responde essa questão! Continue lendo e confira!

Continua depois da publicidade

Pode ou não pode lavar o frango?

Higienizar bem os alimentos é uma prática super interessante para manter a segurança alimentar. Mas, se você é do tipo de pessoa que acha que qualquer alimento deve ser lavado, precisa rever os hábitos. Isso porque alguns tipos de alimentos, como carnes, não devem ser lavados crus, como é de costume as pessoas fazerem. Veja, abaixo, se deve ou não lavar o frango!

Por que não lavar a carne?

Aprendemos desde crianças que lavar as coisas, ou a grande maioria delas, é importante para mantê-las limpas, não é mesmo? No entanto, a questão é bem mais complexa do que isso. Para entender melhor pensemos o seguinte: a maioria dos alimentos contem bactérias patógenas; isto é, que são capazes de gerar doenças. Por isso, não se deve lavar o frango!

Desse modo, quando você lava o alimento, nesse caso, o frango, está espalhando diversas bactérias e micro-organismos na pia, o que aumenta as chances de contaminação e, pior, contaminação cruzada. Além da contaminação evidente na pia, essa prática pode contaminar utensílios domésticos, louças, mãos, superfícies, roupas (devido aos respingos) e até mesmo outros alimentos.

Leia também: Quanto tempo posso deixar a carne só refrigerada, sem congelar? Confira aqui dicas de segurança alimentar

Riscos de lavar a carne

Lavar o frango
Lavar o frango: pode ou não pode? Saiba como evitar um dos piores erros na cozinha – Imagem: Canva Pro

O principal risco quanto ao fato de lavar o frango antes do preparo se deve com relação à contaminação, isso você já sabe. Dessa forma, de acordo com o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), a carne de frango, mas também ovos e outros tipos de carne, como a carne vermelha, podem conter diversas bactérias, incluindo a Salmonella.

Continua depois da publicidade

Ao lavar a carne, a propagação dessas bactérias é feita, podendo levar a pessoa contaminada a desenvolver quadros de infecções gastrointestinais. Geralmente esse tipo de infecção passa em alguns dias, mas nos casos mais graves, pode gerar complicações nada agradáveis.

Dentre as mais graves estão, por exemplo, o desenvolvimento e contaminação com hepatite, pancreatite e síndrome de Guillain-Barré. Nesse último caso, é doença que leva o sistema imunológico a atacar os nervos, podendo até causar paralisia.

Como eliminar as bactérias presentes na carne?

Você deve estar se preguntando então, como eliminar essa bactérias e consumir um alimento seguro. A resposta é mais simples do que você imagina: cozinhar bem! Isso mesmo, a alta temperatura no momento do preparo vai eliminar as bactérias nocivas que causam doenças.

Portanto, lave bem as mãos antes de manusear a carne ou qualquer outro alimento, não lave o frango e cozinhe-o bem! Nos casos de receitas não cozidas, a temperatura para o preparo deve ser alta. Assim, não lavar o frango não significa falta de higiene, mas sim a presença dela!

Leia ainda: Confira dicas para escolher tábua de carnes e como cuidar de sua higiene; veja agora mesmo

Veja dicas para o manuseio correto das carnes

Janaína Barros entrevista Marco Salgado, especialista em hambúrguer artesanal que dá dicas muito especiais sobre o manuseio da carne. O especialista explica quais as melhores carnes para hambúrguer, o melhor local para comprar o produto e muito mais.

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceito Ler mais